A cada dia que passa mais se agrava a situação de trafegabilidade via BR 230 – Transamazônica no trecho que corresponde: Humaitá, Distrito de Santo Antonio do Matupi – Km 180 e o município de Apuí. De acordo com informações publicadas nas redes sociais por moradores daquela região, a população vive clima tenso por conta de tantos problemas, fato este que comprovam nas imagens o verdadeiro descaso com o povo da região sul do Amazonas em relação ao abandono do DNIT, pois a rodovia BR 230 se encontra com várias crateras e buracos ao longo da estrada.Se quer possui uma placa de identificação com sinalização, já não basta a perseguição que trabalhadores vem sofrendo desde o inicio do ano na vila.

Moradores de Matupi Km 180, sul do Amazonas, rodovia BR 230, contam que a comunidade tem sido muito visitada pelo IBAMA, Ipaam e ICMbio, que vivem implantados na conhecida Vila do Matupi. Segundos depoimentos já existem famílias passando necessidade por conta de órgãos que fazem parte do Governo Federal realizar diversas apreensões de materiais, máquinas e equipamentos de empreendimentos onde centenas de trabalhadores estão ficando sem seu sustento e o pior de tudo ninguém toma nenhuma providência de nada.

Moradores querem o mais breve possível que as autoridades constituídas tomem as devidas providências urgentes, pois já não estão aguentando com tanto sofrimento e descaso.

A região Sul do Amazonas vive hoje uma de suas piores fases onde só existe perseguição contra o trabalhador, deixando-os a mercê da sorte.

Junior Souza – Manicoré em Foco